PATRIMÓNIO NATURAL

Onde a serra e o mar se casam para nos deslumbrar!

A Arrábida é um lugar único, um sitio natural de valor excecional que importa conhecer, valorizar e preservar.
Formada há milhões de anos, constitui um território rico pela sua diversidade natural e cultural, detentor de uma paisagem de extraordinário valor estético.

null

A Serra da Arrábida

A Serra é um espaço com grande influência mediterrânea formando uma barreira entre o litoral e o interior.
O maciço da Arrábida, com 500 metros no seu ponto mais alto, possui as maiores falésias à beira-mar de Portugal Continental.
null

O Mar da Arrábida

Uma área marinha protegida com 52 ? que se estende até ao Cabo Espichel. O “Parque Marinho Luiz Saldanha” apresenta uma elevadíssima biodiversidade, contando cerca de 1400 espécies de animais e plantas marinhas.
null

O Homem na Arrábida

Diversos vestígios que remontam da pré história aos Romanos, da Idade Média à Época Moderna, testemunham uma diversificada ocupação humana ao longo dos tempos e cujo ex-líbris é o “Convento da Arrábida
Vista SerraMar
roselha
Capelas

PARQUE NATURAL DA ARRÁBIDA

A cordilheira da Arrábida define uma área territorial entre Palmela e o Cabo Espichel.

A classificação de “Parque Natural” (Decreto-Lei nº 622/76, de 28 de julho) visou proteger os valores geológicos, florísticos, faunísticos e paisagísticos locais, bem como testemunhos materiais de ordem cultural e histórica.

Parte da área do Parque Natural da Arrábida foi classificada como reserva integral de forma a conservar os aspetos primitivos da sua vegetação e possibilitar a evolução dos ecossistemas.

0
Criação do PNA
0
ha
Superfície marinha
0
ha
Área total
0
m
Elevação

FAUNA TERRESTRE

A Arrábida reúne uma considerável diversidade de habitats que acolhem numerosas espécies da fauna.

Invertebrados

Estão identificados cerca de 650 invertebrados:

106 de aranhas (Classe Arachnida) 445 de escaravelho (Classe Insecta, Ordem Coleoptera)

Invertebrados

61 borboletas (Classe Insecta, Ordem Lepidoptera), 37 de formigas (Classe Insecta, Ordem Hymenoptera) e 4 de tingídeos (Classe Insecta, Ordem Hemiptera).

Vertebrados

Na serra da Arrábida estão referenciadas as seguintes espécies de vertebrados:

12 anfíbios; 17 répteis; 136 de aves; 34 mamíferos

A FLORA DA ARRÁBIDA

Condições climáticas e geológicas privilegiadas favorecem uma flora de tipo mediterrânico.

carrascoSerra

Espécies arbustivas

Carrasco

quercus coccífera

O Carrasco ou Carrasqueiro é uma das espécies vegetais com maior presença na Serra da Arrábida.

É um arbusto ou pequena árvore (até 9m) que cresce espontaneamente nas regiões mediterrânicas. Tem pequenas folhas perenes, brilhantes e muito duras, espinhoso-dentadas, floresce e dá frutos de maturação bienal (bolotas).
Hospedeiro do inseto kermes vermilio (Planchon) “Grã dos Tintureiros”, de cuja fêmea se extrai a tinta escarlate já usada pelos Romanos.

Julgada extinta, subsiste ainda um pequeno núcleo de “Kermes Vermillio” na região da Arrábida. (ver imagens)
bocaLobo1200

Florística da Arrábida

bocas-de-lobo

Antirrhinum linkianum

morrião grande

Anagallis monelli

O coberto vegetal da Arrábida é muito rico e diversificado, encontrando-se aqui cerca de 40% das espécies de plantas referenciadas para Portugal continental.

O elenco florístico apresenta algumas espécies únicas e protegidas como a: Withania frutescens, Lavatera maritima, Fagonia cretica, Orobanche rosmarina, Euphorbia pedroi e, ainda, várias Orquídeas (Orchidaceae), tendo como exemplos: ophrys fusca, Orchis papilionacea, Ophrys lutea

São espécies mais comuns o alecrim, o rosmaninho, o tomilho, as pascoinhas, o folhado, a urze, a roselha, o narciso

Vegetação - Vertente Norte

Espécies Arbóreas e Matas

Carvalhal

Floresta mediterrânica pré-climática

A diversidade de espécies de porte arbóreo que formam o bosque, ou machial da Arrábida, encontra-se, em grande medida, condicionada pela orientação geográfica da serra.

Na vertente sul ocorrem principalmente sobreirais, zambujais ou alfarrobais, entrecortada por loureiros, zimbros, medronheiros, aroeiras

Na vertente norte predominam os carvalhais que atingem o seu máximo esplendor nas matas de proteção total – “Mata do Solitário”, Mata Coberta” e “Mata do Vidal” – Quercus fagineasubsp. broteroi, quercus rotundifolia, Acer monspessulanum.

Lista de recursos sobre a fauna e flora da Arrábida:

ABRIR

FLORA

FLORA . ON

http://flora-on.pt

ESPÉCIES ARBÓREAS INDÍGENAS DE PORTUGAL CONTINENTAL

www.icnf.pt/portal/florestas

FLORA da SERRA da ARRÁBIDA

www.floradaserradaarrabida.blog…

DIVERSOS

ARRÁBIDA ARQUEOLÓGICA

www.fotoarchaeology.blogspot.pt

ARRÁBIDA PATRIMÓNIO MUNDIAL

Candidatura UNESCO

VÍDEO – SERRA DA ARRÁBIDA

www.youtube.com

EXPLORANDO A ARRÁBIDA

Uma viagem ao Património Natural…

-->